Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.2/5 (1711 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


  

EXPOSIÇÕES NACIONAIS


OS MEUS KITS

ÚLTIMO TRABALHO REALIZADO


MILITARIA

ÚLTIMO AVIÃO A HÉLICE INTRODUZIDO/ATUALIZADO

Fairchild AC-119 Gunship III

Fairchild AC-119 Gunship III


ÚLTIMO AVIÃO A REATOR INTRODUZIDO/ATUALIZADO 

Mikoyan-Gurevich MiG-17

Mikoyan-Gurevich MiG-17


ÚLTIMO HELICÓPTERO
INTRODUZIDO/ATUALIZADO

AgustaWestland EH-101 Merlin

AgustaWestland EH-101 Merlin


ÚLTIMO VEÍCULO SOBRE LAGARTAS INTRODUZIDO/ATUALIZADO

Type 97 ShinHoTo Chi-Ha medium tank

Type 97 ShinHoTo Chi-Ha


ÚLTIMO VEÍCULO SOBRE RODAS INTRODUZIDO/ATUALIZADO

M8 Greyhound

M8 Greyhound


 

AJUDE A  MANTER ESTE PROJETODonativos



Total de visitas: 179097
P&H - Light Tank Mk VII Tetrarch
P&H - Light Tank Mk VII Tetrarch

Light Tank Mk VII (A17) / Tetrarch

- Tanque ligeiro de combate - Reino Unido (Ano de introdução) -

Light Tank Mk VII Tetrarch

Link original: Public domain


País de origem Fabricante
Reino Unido Vickers-Armstrongs /  Metro Cammell
Produção total Produção
100 / 177 veículos 1938 - 1942
Período Histórico Principais utilizadores
2ª Guerra Mundial Reino Unido e União Soviética

  


RESUMO HISTÓRICO


O tanque ligeiro Light Tank Mk VII (A17), também conhecido como Tetrarch, foi um tanque ligeiro britânico produzido pela Vickers-Armstrongs no final da década de 1930 e usado durante 2ª Guerra Mundial.

O Tetrarch representou uma grande melhoria, no que aos tanques ligeiros diz respeito, relativamente ao seu antecessor, o Mk VIB Light Tank, ao introduzir o poder de fogo extra de um canhão de 2 libras.

O Ministério da Guerra inglês encomendou inicialmente 70 tanques, mas o pedido acabou aumentado para 220 tanques. A produção foi, no entanto, atrasada por diversos fatores e, como consequência, apenas pouco mais de 100 foram produzidos.

As falhas de projeto do tanque, combinadas com a decisão do Departamento de Guerra de não usar tanques ligeiros nas divisões blindadas britânicas, descartaram o uso de Tetrarch na Campanha do Norte da África. Como resultado, a maioria dos tanques permaneceu na Grã-Bretanha, embora 20 tenham sido enviados para a URSS como parte do programa Lend-Lease.

No início de 1941, o Royal Armored Corps formou três esquadrões para uso em operações anfíbias ultramarinas, uma das quais foi equipada com Tetrarch’s. Em maio de 1942, um pequeno número de Tetrarch’s fez parte da força britânica que participou na invasão de Madagáscar.

Em junho de 1942, os Tetrarch’s foram anexados à 1ª Divisão Aerotransportada depois de ter sido decidido que o tanque poderia ser utilizado no apoio às forças aerotransportadas e ser para isso transportado em planadores General Aircraft Hamilcar, especialmente projetados para o efeito, até ao campo de batalha.

A falta de planadores impediu sua participação na invasão aliada da Sicília em 1943; em vez disso, eles foram anexados à nova 6ª Divisão Aerotransportada e tornaram-se parte do 6º Regimento de Reconhecimento de Blindados Aerotransportados.

Essa divisão usou aproximadamente 20 Tetrarch’s durante os desembarques aéreos britânicos na Normandia, em junho de 1944. Os tanques foram descarregados dos planadores com sucesso, porém não tiveram bom desempenho durante a campanha. Vários perderam-se em acidentes e aqueles que viram ação mostraram-se inferiores em poder de fogo e proteção relativamente aos veículos de combate blindados das forças alemãs. Alguns dias após o início da operação, os tanques foram retirados do combate direto com blindados alemães e usados somente para fornecer suporte de fogo às tropas no terreno. Em agosto de 1944, a maioria dos Tetrarch’s em ação foi substituída por tanques de cruzeiros Cromwell e o restante foi substituído pelo M22 Locust em dezembro de 1944.

Os Tetrarch’s não voltaram a ser utilizados em nenhum combate e foram considerados obsoletos em 1946; o último foi aposentado em 1950.

 


VARIANTES E VERSÕES


Designação do veículo (Variante/Versão)
- Tanque ligeiro de combate - 

 

Alçado Lateral
Alçado Superior Alçado Frontal Alçado Inferior 

 

Guarnição Comprimento Largura Altura
3 4.11 m 2.31 m 2.12 m
Peso Velocidade máxima (Estrada) Velocidade máxima (Campo) Capacidade de combustível / Autonomia
7 600 Kg 64 km/h 45 km/h  Litros / 230 Km
Blindagem Passagem a vau Obstáculos verticais Trincheiras
14 mm (Max)  m  m  m
Motorização
1 motor Meadows a gasolina de 12 cilindros com 165 cv (123 (kW)
Armamento
Principal: 1 canhão QF 2 pounder (40 mm)
Secundário/Proteção: 1 metralhadora Bessa de 7.92mm

 

RESUMO DA VARIANTE/VERSÃO


Texto justificado

 


PROFILES


   
   

 


INFORMAÇÃO ADICIONAL


 Sites e Blogs
Wikipedia-Eng  
   
 Bibliografia
   
   

  


 Última atualização da página: 27/04/2019